Contagem regressiva para implementação do Sistema Nacional de Controle de Medicamentos

6 de abril de 2017

Definições Track & Trace

Muito se diz sobre a rastreabilidade de medicamentos, mas afinal de contas quais são as etapas da rastreabilidade?

Dentro do termo rastreabilidade existem dois mundos distintos e inter-relacionados, são eles:

Serialização

Serializar é o processo de identificar cada unidade do produto que será rastreado, essa identificação é única para cada indivíduo e viabilizará a rastreabilidade ao longo da cadeia de suprimentos.

O processo de serialização ocorre na linha de produção, mais especificamente na etapa de embalagem do produto. Um equipamento muito similar a uma impressora realiza a impressão de uma imagem datamatrix contendo o número de série, lote, data de validade e data de fabricação, conhecidos como dados variáveis, além do GTIN (Global Trade Item Number)

Ao final da etapa de embalagem os indivíduos são acomodados nas caixas de transporte que recebem uma etiqueta conhecida como agregação seguindo o padrão SSCC. Essas etiquetas são as “serializações” das caixas de transportes.

 

Rastreabilidade

Rastrear é reconhecer determinado item, sua origem e as alterações de custódia a que ele foi submetido por meio de uma identificação única, seja ela numérica ou gráfica.

Definições:

  • Datamatrix

É um código de barras bidimensional composto por “células” pretas e brancas ou módulos dispostos em um padrão quadrado ou retangular, também conhecido como matriz. As informações a serem codificadas no datamatrix podem ser texto, números ou alfanuméricos.

  • SSCC

É o código de série da unidade logística, funcionando como chave global para a identificação exclusiva e serializada de unidades logísticas.

Fale conosco

Mensagem