Contagem regressiva para implementação do Sistema Nacional de Controle de Medicamentos

21 de fevereiro de 2018

Gasto familiar com saúde é 35,9% maior do que do Governo

De acordo com pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o gasto das famílias brasileiras com saúde foi 35,9% maior do que as despesas do Governo no setor.

O levantamento apontou que cada cidadão desembolsou, em média, R$ 1.538,79 por remédios e serviços médicos privados em 2015, o que representou alta de 9,1% em comparação ao ano anterior. Enquanto isso, o consumo da União, levando em conta os mesmos itens, somou R$ 1.131,94.

Gastos com saúde no País

Contabilizando o total, as despesas das famílias e do governo com saúde somadas chegaram a R$ 546 bilhões, sendo R$ 231 bilhões com gastos da União e R$ 315 bilhões referentes aos gastos do cidadão.

Foram considerados gastos com o consumo de remédios, avaliações em consultas médicas e aquisição de próteses, por exemplo. Esse montante de R$ 546 bilhões representa 9,1% do PIB (Produto Interno Bruto) do País.

Ainda de acordo com os dados, fica claro que, mesmo diante de um período de retração econômica nos últimos anos, os gastos com saúde foram preservados. Em 2014, a participação desse setor no PIB era de 8,7%.

Abismo histórico

Desde 2010 o IBGE monitora a discrepância nos gastos do Governo e dos cidadãos com o setor de saúde. A diferença entre as duas contas nunca foi menor do que 20%. Mas a taxa de 35,9% registra um índice histórico de aumento.

Em um artigo recente do nosso blog, divulgamos alguns poréns sobre a pesquisa da OMS; levantados pela Anvisa.

Acesse o nosso blog para conferir!

Fale conosco

Mensagem