Contagem regressiva para implementação do Sistema Nacional de Controle de Medicamentos

20 de dezembro de 2017

Conferência Nacional discute política unificada de vigilância sanitária

A Anvisa já preparou as diretrizes para discutir e consolidar um sistema de vigilância sanitária unificado

A primeira edição da Conferência Nacional de Vigilância em Saúde (CNVS) já apresentou as diretrizes que devem ser seguidas para a construção de um programa nacional de vigilância sanitária. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) organizou as propostas que foram discutidas em reunião no início do mês.

Pode-se dizer que a articulação de uma política nacional de vigilância em saúde tem o objetivo de prevenir a população de problemas como a falta de medicamentos e a assistência de má qualidade.

Dentre as nove propostas que foram discutidas, a principal diz respeito a uma maior integração entre as diferentes instâncias que compõem o processo de vigilância em saúde. Outra reivindicação importante foi o fortalecimento da Rede Nacional de Laboratórios de Vigilância Sanitária, com garantia de financiamento para ações de suporte dentro do setor.

Todos os nove pontos discutidos na reunião foram fruto de uma série de conferências realizadas entre estados e municípios desde o mês de junho.

Além de garantir a segurança e a integração dos sistemas de vigilância em saúde, há a intenção também de promover o compartilhamento de informações em prol de uma “educação sanitária”, mediante ações promovidas em parceria com o Sistema Único de Saúde (SUS).

Para ficar por dentro de todas as propostas discutidas na Conferência Nacional de Vigilância em Saúde (CNVS), acesse o link.

No mesmo objetivo, o Sistema Nacional de Controle de Medicamentos (SNCM) também tem a intenção de combater a falta de medicamentos, ampliando o acesso à população, e também a assistência de má qualidade.

Ainda em novembro, a Anvisa publicou um Guia para ajudar na implementação de sistemas de rastreabilidade, o que só vem a reforçar a iminente consolidação do SNCM.

Fale conosco

Mensagem