Contagem regressiva para implementação do Sistema Nacional de Controle de Medicamentos

19 de Fevereiro de 2018

Anvisa registra quatro medicamentos para tratamento do câncer

Recentemente, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) registrou quatro novos medicamentos inéditos para o tratamento no combate ao câncer.

Os novos produtos aprovados, e que passarão a constar no mercado farmacêutico, ampliam as variedades de tratamento para diferentes tipos de câncer.

Quais são os novos medicamentos registrados pela Anvisa?

Os novos medicamentos registrados são: lenalidomida, durvalumabe, olaratumabe e netupintanto associado com a palonosetrona.

Revlimid® (Lenalidomida)

O medicamento é indicado no tratamento de pacientes com mieloma múltiplo refratário ou recidivado que já tenham recebido pelo menos um tratamento anterior.

O remédio, no entanto, necessita de um controle especial já que pode provocar malformação congênita grave. Ou seja, seu uso de forma desregrada pode levar ao nascimento de bebês mal formados e também à morte de recém-nascidos.

Akynzeo (netupitanto + palonosetrona)

Já esta nova fórmula é indicada para a prevenção de náuseas e vômitos agudos nos pacientes que estão passando pelo tratamento de quimioterapia.

Os enjôos são efeitos colaterais comuns durante o tratamento do câncer. Entre os problemas que podem resultar dessa reação estão uma deficiência nutricional, a diminuição da dose de medicação ou até mesmo a interrupção do tratamento.

Eliminar essas reações adversas é fundamental para aumentar as chances de cura do paciente.

Imfinzi (durvalumabe)

Indicado para o tratamento de pacientes com carcinoma urotelial localmente avançado ou metastático que tiveram progressão da doença mesmo durante ou após a quimioterapia.

Lartruvo (olaratumabe)

Produto biológico novo indicado para pacientes com sarcoma de tecido mole avançado, que já não podem fazer radioterapia ou passar por cirurgia.

A partir de agora, os produtos devem chegar ao mercado brasileiro de acordo com a programação e as rotinas de importação de cada fabricante.

Para se manter informado sobre as principais novidades no registro de medicamentos, não deixe de consultar o Portal da Anvisa e se manter antenado às novidades do nosso blog.

Fale conosco

Mensagem