Contagem regressiva para implementação do Sistema Nacional de Controle de Medicamentos

18 de dezembro de 2017

Farmacêuticas fazem aliança para lançar remédio para diabetes

Produto produzido em parceria é 70% mais barato do que a média dos remédios para diabetes a venda no mercado

O Basaglar, tipo de insulina basal biossimilar fabricada na França, agora desembarca no Brasil para
ajudar os pacientes que tratam da diabetes. A nova oferta de remédio promete chegar ao território
nacional com preço 70% abaixo da média dos produtos que hoje estão a venda.

A aliança das farmacêuticas Lilly e Boehringer Ingelheim quer ampliar o acesso a medicamentos que
combatem as diabetes de tipo 1 e 2. De forma prática e com menor custo, os responsáveis pela parceira
acreditam que 90% dos pacientes poderão controlar a taxa de açúcar no sangue com a ajuda desse
medicamento biossimilar.

Desde 2014, as farmácias europeias comercializam o medicamento Basaglar, com aprovação em 38
países ao redor do mundo. Com o aval de importação obtido em junho, a Câmara de Regulação do
Mercado de Medicamentos (Cmed) conseguiu estimar que o medicamento deve sair para a mão do
paciente a, no máximo, R$ 41,77.

A utilização de insulinas análogas como opção mais barata em comparação ao medicamento tradicional
só tem um efeito positivo diante da motivação do paciente para encarar o tratamento.

De acordo com a Federação Internacional de Diabetes, só no Brasil, existem 14,3 milhões de pessoas
com a doença. A projeção do mesmo instituto é que, até 2040, o número de pacientes atingidos pela
diabetes suba para 23,2 milhões.

Esse tipo de aliança entre as empresas do segmento só é possível diante de um sistema integrado. No
Brasil, o Sistema Nacional de Controle de Medicamentos (SNCM) vem sendo
formalizado passo a passo.

Desde agosto a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) vem discutindo os moldes da nova
estrutura que promete regular o controle, através de mecanismos de rastreabilidade, por exemplo, e
comércio dos medicamentos em território nacional.

Fale conosco

Mensagem