Contagem regressiva para implementação do Sistema Nacional de Controle de Medicamentos

21 de março de 2019

Nanotecnologia pode aumentar eficácia de medicamentos

Especialistas tem apostado que, com o uso desse tipo de tecnologia, poderão ser desenvolvidos remédios que podem curar doenças incuráveis, como por exemplo o câncer, o Mal de Alzheimer, entre outras.

Especialistas têm apostado que com o uso da Nanotecnologia Farmacêutica poderão ser desenvolvidos remédios para doenças tidas incuráveis, como o câncer, o Mal de Alzheimer, entre outras. O programa Tarde Nacional, da rádio EBC, falou mais sobre esse tipo de ciência, que amplia a possibilidade no desenvolvimento de medicamentos chamados nanofármacos.

Os apresentadores do programa conversaram sobre esse assunto com o Dr. Anselmo Gomes de Oliveira, doutor em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo (USP), professor titular do Departamento de Fármacos e Medicamentos da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Unesp (campus de Araraquara), onde coordena uma pesquisa para o desenvolvimento de nanofármacos indicados para o tratamento de doenças dos olhos.

Durante a entrevista, o pesquisador explicou que a nanotecnologia trabalha em escala nanométrica, baseando-se em uma medida invisível a olho nu, equivalente a um trilhão de vezes menor que o metro, sendo mais eficaz no tratamento de doenças agressivas.

Fontes: EBC

Fale conosco

Mensagem