Contagem regressiva para implementação do Sistema Nacional de Controle de Medicamentos

27 de agosto de 2019

LEO Pharma incorpora unidade de dermatologia da Bayer

A LEO Pharma anunciou a aquisição da linha de dermatologia clínica – ou seja, de medicamentos que requerem prescrição médica – da Bayer.

Com a negociação, a farmacêutica de origem dinamarquesa, já referência em tratamentos para psoríase, dermatite atópica e infecções bacterianas, amplia seu portfólio passando a oferecer tratamento para maior número de doenças de pele, incluindo agora acne, rosácea, dermatites inflamatórias, infecções fúngicas, entre outras condições.

Com esse leque maior de opções terapêuticas, a LEO Pharma se reposiciona estrategicamente no mercado global, reafirmando sua expertise em dermatologia clínica. ‘Com a aquisição e extensão das nossas opções terapêuticas, passamos agora a atender às necessidades de mais pessoas, o que condiz com a nossa estratégia comercial que pretende beneficiar 125 milhões de pacientes até 2025’, comemora Haig Yeghiaian, diretor da LEO Pharma na América Latina e gerente nacional da farmacêutica no Brasil.

Com a aquisição dos direitos globais dessa gama de medicamentos, a LEO Pharma passa a comercializá-los em 14 países, além de assumir o controle da fábrica em Segrate, na Itália, onde eles são produzidos. Com a transação, cerca de 450 colaboradores da Bayer foram integrados ao quadro da farmacêutica dinamarquesa. O processo de aquisição envolveu duas etapas: em 2018, foi implementado nos Estados Unidos e, no segundo semestre de 2019, incluirá os demais mercados, como o Brasil.

Para se ter uma ideia da negociação, este portfólio da Bayer é tão significativo que, em 2017, gerou 280 milhões de euros no faturamento global. Segundo Yeghiaian, ‘com essa incorporação, a empresa mais do que triplicará o seu faturamento nos próximos anos’.

Fonte: Investimentos e Notícias

Fale conosco

Mensagem